E

Earnings Yield – Rácio entre os lucros por acção de uma empresa e a sua cotação. É o inverso do Price Earnings Ratio

EBIT – Earnings before interest and taxes, ou seja, lucros antes de encargos financeiros e impostos

Economias de escala – Situação de uma empresa quando consegue obter acréscimos na produção através de aumentos menos do que proporcionais nos factores de produção

Economias de gama (scope) – Situação de uma empresa em que existe a possibilidade de produzir múltiplos produtos com menos custos em conjunto do que separadamente

Efeito de alavancagem – Efeito que se produz enquanto o custo do capital é inferior à rendibilidade dos capitais próprios de uma empresa. Esse efeito persistirá enquanto se conseguir aumentar a rendibilidade dos capitais próprios pelo incremento do endividamento da empresa (capitais alheios)

Efeito de diluição – Efeito de redução do valor de cada acção de uma empresa cotada quando esta emita novas acções por incorporação de reservas ou por venda a um preço inferior ao actual preço de mercado

Emissão – Criação e oferta de valores mobiliários no mercado financeiro, muitas vezes, como forma de obtenção de fundos para a entidade emitente

Emissão com subscrição reservada – Emissão de títulos exclusivamente reservada aos accionistas actuais da empresa emitente

Emissão pública – Emissão de novos títulos oferecida a todos os investidores

Emitente – Instituição financeira que emite um determinado valor mobiliário

Empresa – Conjunto de recursos de capital, humanos e tecnológicos organizados com vista ao exercício de uma determinada actividade económica com fins lucrativos

Encargo – São os custos que se têm de suportar, por exemplo, os juros de um empréstimo contraído; despesas que as empresas têm de pagar para o exercício da sua actividade

Encargo financeiro – Juros a pagar em virtude de uma dívida contraída

Encerrar/fechar um contrato (off-set ou closing-out) – Realizar uma operação de sentido inverso à que deu origem ao contrato (de futuros ou de opções), comprando um contrato da mesma série de um originariamente vendido, ou vendendo um da mesa série de um originariamente comprado

Entrega física – Quando uma opção ou warrant é exercida e o investidor aceita receber (call) ou entregar (put) o activo subjacente em troca do pagamento (call) ou recebimento (put) do respectivo preço de exercício

EPS Earnings per Share – Lucros totais de uma empresa a dividir pelo número total de acções emitidas pela mesma

Escritural – Um valor mobiliário diz-se escritural quando é desmaterializado, isto é, sem qualquer representação física, sendo apenas registado na conta de um intermediário financeiro acreditado na Central de Valores Mobiliários (CVM)

Especulação – Tomada de risco na perspectiva da obtenção de ganhos, embora com o reconhecimento de que existe uma probabilidade elevada de realização de perdas. A especulação difere de investimento porque tem um risco associado superior

Estilo das opções – As opções distinguem-se em opções de estilo europeu e opções de estilo americano (ver Contrato de opção)

Estratégia de ‘buy and hold’ – Baseia-se na acumulação de acções ao longo dos anos. Isto permite a um investidor beneficiar de importantes reduções fiscais na tributação dos lucros, requerendo também um dispêndio de tempo muito menor para acompanhamento desses investimentos, ao contrário do que acontece com uma estratégia de trading mais activa

Estrutura de capital – Forma como são financiados a totalidade dos activos de uma empresa (capitais próprios versus dívida, curto prazo versus longo prazo)

Euro-obrigações, Euro Bonds – Obrigações comercializadas no mercado internacional

Euroclear – Sistema central computorizado de liquidação física e financeira das transacções das eurobonds e outros títulos internacionais. Encontra-se sediado em Bruxelas

Eurodollar – Depósito denominado em dólares num banco localizado fora dos EUA

Euronote – Também por vezes designado de Eurocommercial paper, é um instrumento financeiro de curto prazo, sem instituições de tomada firme, emitido por governos e grandes empresas e vendido internacionalmente. Distingue-se do papel comercial dos EUA sobretudo pela sua maior maturidade e maior rotação no mercado secundário

Ex-direitos – Expressão que indica que uma acção é negociada já sem o direito de subscrição/incorporação atribuído no âmbito de uma operação de aumento de capital

Ex-dividendos – Expressão que indica que uma acção é negociada já sem o direito ao recebimento do dividendo previamente anunciado. A data do “Ex-dividendo” é aquela a partir da qual o direito ao recebimento do dividendo da acção de uma determinada empresa deixa de existir, com o novo comprador a já não ter direito a ele. A data do ex-dividendo é três dias úteis antes da data efectiva de pagamento do dividendo por parte da empresa, aos seus accionistas

Exercício (Exercise) – Acto pelo qual o comprador de uma opção faz uso do seu direito de comprar ou vender o activo subjacente

Exercício Automático – O detentor do warrant recebe o valor intrínseco de forma automática, sem que tenha que desencadear nenhuma acção específica na data de vencimento. Esta condição vem estabelecida nos termos contratuais do warrant associado

Exercício de um Warrant – Um warrant é exercido, se o seu titular (comprador do warrant) exerce o direito inerente à opção sobre o emitente (vendedor da opção)

Existências – São, essencialmente, os bens armazenáveis adquiridos ou produzidos pela empresa e que as destinam à transformação, à venda ou, ao consumo

Exposição económica – Impacto das alterações nas taxas de câmbio no valor de mercado de uma empresa, ou seja, nos seus cash-flows