V

Valor actual líquido (VAL) – Representa a contribuição líquida de um projecto para a criação de riqueza e é obtido deduzindo o valor actual de um projecto ao valor do seu investimento inicial

Valor contabilístico (Book value) – Medida contabilística da situação líquida de uma empresa de acordo com o seu Balanço

Valor de liquidação – Valor de uma empresa, no pressuposto da sua imediata liquidação, que seria obtido através da venda dos seus activos, após dedução do valor das dívidas

Valor nominal – Valor facial de uma acção ou obrigação. Caso o valor nominal seja superior ao valor de emissão, diz-se que a colocação foi realizada abaixo do par ou a desconto. Caso contrário, a colocação foi realizada acima do par ou com prémio

Valor Intrínseco – Valor obtido, quando uma determinada opção ou warrant, seja exercida. Na prática, o valor intrínseco é a diferença positiva entre o preço actual do activo subjacente e o preço de exercício

Valor Temporal – Corresponde à diferença entre o preço actual do warrant e o seu valor intrínseco. Na prática, corresponde ao valor que o comprador deve pagar pelo potencial resultado (ou expectativa de valorização) do warrant. O valor temporal vai diminuindo à medida que o warrant se aproxima do seu vencimento

Valores mobiliários – Termo utilizado para descrever uma ampla variedade de instrumentos de investimento transaccionáveis, ou negociáveis, tais como acções, obrigações, títulos de participação, warrants, unidades de participação em fundos de investimento, instrumentos derivados (futuros, opções, …), etc. Normalmente, representam capital ou dívida da empresas ou outras entidades

Vega – Indicador que mede a variação no preço da opção ou warrant, quando ocorrem movimentos na volatilidade no activo subjacente

Vencimento do Warrant – Último dia de vida de uma opção ou warrant, significando a data limite até à qual o investidor pode exercer essa opção. Após essa data, a opção vence e perde todo o seu valor

Venda a Descoberto – Ver short selling

Vendedor Warrant – O vendedor da opção ou warrant. No caso dos warrants autónomos, o vendedor corresponde ao emitente

Volatilidade – Sensibilidade evidenciada pela cotação de uma acção ou de uma carteira às variações globais dos mercados financeiros nacionais e internacionais. Também pode ser definida como uma medida estatística de quanto é que o valor de um activo varia durante um determinado período de tempo (desvio padrão). Esta volatilidade é expressa em percentagem como uma taxa anual

Volatilidade Histórica – Medida das variações do preço de um determinado activo subjacente. É a média dos desvios padrões das variações de preço para um determinado período e é utilizada como medida de variação de preços do passado

Volatilidade Implícita – Mede a variação de preços esperada para um activo subjacente durante o período de vida remanescente da opção ou warrant, sendo utilizada para cálculo do preço teórico do warrant, recorrendo ao modelo Black-Scholes

Volume – Número de acções (ou contratos) que foram negociadas durante uma determinada sessão. A relação entre preços e volumes é extremamente importante nas análises (ex: preços a subir acompanhados de volumes a aumentar)